• aatrba

LIVE – Comunidades de Fechos de pasto e seus modos de vida: cuidando da terra e das águas

Atualizado: Mar 29

Para celebrar o dia mundial da água, na próxima segunda (22), fecheiros/as do oeste baiano, reconhecidos como povos guardiões do cerrado, se reúnem no bate-papo virtual “Comunidades de Fechos de pasto e seus modos de vida: cuidando da terra e das águas”. O evento acontece às 18h30 e será transmitido pelo Youtube da AATR e pelos perfis no Facebook da AATR e Comissão Pastoral da Terra Bahia (CPT-BA). Na ocasião, será lançada a campanha “TôFechadoComOsFechos fecho com os fechos”, que nasce com a proposta de fortalecer a identidade dos fechos e denunciar as violências que essas comunidades estão vivenciando.




Participam do debate Marcos Rogério, documentarista e membro da coordenação do Coletivo de Fundo e Fecho de Pasto do Oeste da Bahia; Dernevaldo Soares, do fecho de pasto Vereda da Felicidade, Jamilton Magalhães (Carreirinha), membro da coordenação do Coletivo de Fundo e Fecho de Pasto do Oeste da Bahia; João Leite do fecho de pasto Vereda da Felicidade e Aliene Barbosa do Fecho de Pasto de Tarto e Joice Bonfim da AATR. O momento será mediado por Julita Abreu, da CPT-BA.


“Tô fechado com os fechos” – Descendentes de indígenas e quilombolas, os fecheiros há séculos ocupam áreas comuns para criação livre de animais de pequeno porte, colheita de frutos e plantio de roças, preservando fortes laços de relacionamento cultural, familiar e compadrio. Se de um lado, os fecheiros ocupam o cerrado de forma harmoniosa do outro lado as empresas e empresários do agronegócio ameaçam o cerrado, considerado a “caixa d’água do Brasil”. É este território que abriga um dos mais importantes cursos d’água da América do Sul, o Aquífero Urucuia, cujas nascentes vêm sendo afetadas pela abertura de poços tubulares, que abastecem lavouras irrigadas do agronegócio.


Em levantamento realizado pela AATR, no Diário Oficial, identificou-se que desde o ano de 2017 um grupo de empresários foi autuado por infração ambiental pelo menos 15 vezes e, ainda assim, está autorizado pelo Estado da Bahia a captar diretamente do Aquífero Urucuia 80.501m³ de água, o que equivale a mais de 80 milhões de litros de água por dia. Considerando que o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento indica que cada brasileiro/as consome em média 154 litros de água por dia, a quantidade de água utilizada por apenas 06 empresas/empresários daria para abastecer diariamente um município de mais de 520 mil habitantes. Ou seja, abasteceria o município de Correntina por 17 dias.


Números alarmantes de Conflito no Campo – Segundo dados da documentação CPT, em 2020, foram registrados 1.083 ocorrências de violência contra a ocupação e a posse, que atingiram 130.137 famílias. Em dados absolutos de 2019, foram registradas 1.254 ocorrências com 144.742 famílias envolvidas.

Além dos conflitos de terras, os conflitos pela água tem se destacado, em dados parciais de 2020, foram registrados 189 conflitos pela água envolvendo 34.525 famílias em todo o Brasil. Durante todo o ano de 2019, 489 conflitos atingiram 69.793 famílias.


Exemplo desse cenário foi o ataque realizado entre os dias 22 a 24 de janeiro contra as comunidades que usam o Fecho de Pasto da Vereda da Felicidade, em Correntina (BA). Em um ato covarde, grileiros derrubaram a casa de alvenaria que os fecheiros estavam construindo para se abrigar na época do manejo do gado, destruíram um rancho de madeira construído há mais de 50 anos e derrubaram aproximadamente 4 km de cerca e currais comunitários usados pelos Geraizeiros.

A campanha #TôFechadoComOsFechos está realizando uma ação solidária para arrecadar recursos para reerguer a casa. As doações podem ser realizadas via transferência para a Conta Poupança Banco do Nordeste 202245-8, agência 144. Cada contribuição é muito importante. Ajude compartilhando a Campanha para fortalecer as comunidades atingidas desse ataque covarde.

120 visualizações0 comentário
  • Instagram AATR
  • Facebook AATR
  • YouTube AATR
  • Twitter AATR

AATR

Associação dos Advogados de Trabalhadores Rurais

Rua do Passo, 44 - Santo Antônio Além do Carmo - Salvador - Bahia  - Brasil

(71) 3329-7393

© 2020 | TRAMA