• aatrba

Carta Pública em defesa dos direitos das comunidades tradicionais de Canudos e do bioma da caatinga

Mais de 70 associações, entidades e coletivos lançam hoje, 31/08/2021, carta pública para manifestar preocupação e exigir a paralisação imediata das obras do Complexo Eólico Canudos e a anulação da licença ambiental do empreendimento. Em 19/07/2021, o Ministério Público do estado da Bahia recomendou que a Voltalia paralise a construção do Complexo Eólico Canudos e que o INEMA anule a licença ambiental concedida à empresa.


Essas medidas foram determinadas por conta das irregularidades no licenciamento ambiental do empreendimento eólico, que desconsiderou as atingidas e a existência de espécies ameaçadas de extinção no local, como a arara Azul-de-lear. Além disso, não foi feita a consulta prévia, livre e informada prevista na Convenção nº 169 da OIT.


Baixe documento na íntegra:

Carta_publica_Canudos (1)
.pdf
Download PDF • 63KB

62 visualizações0 comentário